Pin It

Emagrecer com sabedoria

Hora de começar a dieta: dieta para emagrecer rápido

Conforme já vimos, na hora de escolher uma dieta é preciso levar em consideração a qualidade nutricional e a quantidade de calorias dos alimentos recomendados. O que importa é ingerir menos calorias do que consumimos e aumentar a queima destas calorias.

Inclusive cortar calorias de uma hora para outra, drasticamente, ou passar fome é um erro e anula a dieta em curto prazo. Isso acontece porque muitas das reações do nosso organismo são instintivas.

Quando você passa a comer menos de uma hora para outra ou passa a não comer, seu cérebro entende que de alguma maneira ele passara por um período de privação.

Instintivamente, ele passa a gastar menos calorias para manter as funções vitais. Seria como se, de uma hora para outra, você ficasse desempregado e ate que arrume um novo emprego você tivesse que passar a controlar melhor os seus gastos e poupar algum dinheiro pensando nos próximos meses sem o seu salário.

>>Quais são os problemas de saúde que fazem você engordar

Isso sem falar que, ao se privar integralmente de seus alimentos preferidos, você está mais propenso a burlar a dieta e cair em tentação. E como seu corpo estará limitando a queima de energia, ele irá estocar toda e qualquer caloria que você ingerir.

Começar a dieta: No fundo, o que importa mesmo é a quantidade de calorias.

Recentemente a faculdade de saúde pública de Harvard publicou um estudo revolucionário sobre o assunto no New England jornal of medicine.

Nesta pesquisa, 811 pessoas com sobrepeso foram divididas em grupos que, ao longo de dois anos, adotaram quatro dietas diferentes, todas balanceadas, saudáveis e com as mesmas quantidades de calorias, mas com níveis distintos de proteína, carboidrato e gordura.

O resultado obtido foi que a media de peso entre os grupos foi a mesma, o que sugere que o que importa na verdade é mesmo a quantidade de  calorias.

Ao se privar integralmente de seus alimentos preferidos, você está mais propenso a burlar a dieta e cair em tentação.

Este estudo na verdade confirma que nosso corpo segue os princípios da termodinâmica, o ramos da física que estuda a transformação de calor em energia.

As calorias ingeridas são o combustível do organismo. Por esse estudo, você ate pode comer o que você gosta, tomando o cuidado de consumir menos calorias para conseguir emagrecer.

Mas não vale ingerir as calorias de um único dia em uma única refeição, pois além de ter que passar longos períodos sem se alimentar, isso fará com que seu organismo economize energia, o que dificultara mais ainda o emagrecimento.

Entretanto, a boa noticia também vem com uma má: em dois anos, a media de perda de peso dos voluntários da pesquisa foi de apenas quatro quilos.

Muitos deles perderam recuperando. E isso não aconteceu porque eles burlaram a dieta ou desanimaram. Na verdade, este resultado tem sido encontrado em muitas pesquisas nesta área e reforça aquilo que já citamos: o corpo não entende a diferença entre fome voluntaria e involuntária, acaba se retraindo e gastando menos calorias para se manter.

Calorias, gorduras e carboidratos.

As calorias necessárias para o organismo se manter são retiradas de todos os alimentos consumidos, independentemente de serem proteínas, carboidratos ou gordura.

Porem, as principais fontes de energia do nosso corpo são os carboidratos, e por isso, são metabolizados primeiro. Entretanto, toda forma de energia consumida que não for gasta é estocada.

No caso dos carboidratos, eles são transformados em glicogênio, que retém água e culpada espaço. Porem, para o seu corpo é mais vantajoso armazenar a gordura do que o glicogênio ( facilmente consumido), já que ela não retém liquido, ocupa menos espaço e produz mais calorias (energia) por grama.

Cada grama de gordura produz nove calorias contra as quatro produzidas por um grama de glicogênio. Na pratica, isso significa que ao restringir o consumo de calorias, seu corpo passará a queimar todo o carboidratos recém ingerido e faltando energia, consumirá as reservas estocadas, fazendo com que você emagreça.

Na ausência de gordura, seu corpo passará a consumir as proteínas que constituem os músculos e outras estruturas. As proteínas também podem ser transformadas em energia.

Só que as células que armazenam gorduras (uma espécie de invólucros que encolhem e aumentam de acordo com a necessidade) se esvaziam mas não morrem. Elas continuam ali, esperando a primeira oportunidade para se encher novamente.Você estar preparada(o) para uma dieta CLIQUE AQUI e veja uma aula da Milla Pádua



Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
x