10 Razões pelas quais você não está perdendo peso

A perda de peso é um processo que nem sempre acontece tão rapidamente quanto você gostaria. Embora a perda de peso saudável possa levar tempo, há razões pelas quais você pode não estar perdendo peso que vale a pena considerar ao avaliar seu progresso.

Por exemplo, talvez você esteja comprometido com um treino regular, mas não está queimando calorias suficientes. Talvez você esteja se exercitando bastante e comendo bem, mas você tem uma condição médica que está interferindo na sua capacidade de perder peso.

Há muitas coisas que podem influenciar a perda de peso, algumas das quais podem ser mais óbvias do que outras. Vale a pena considerar todos eles enquanto você trabalha para fazer alterações que lhe trarão resultados.

10 Razões pelas quais você não está perdendo peso

DOUTOR REVELA: Método Cientificamente Comprovado Para Você Perder de 5 à 10kg em Apenas 21 dias: 100% Garantido!

1. Você não está dormindo o suficiente

A falta de sono pode contribuir para o ganho de peso. Um estudo de 2006 descobriu que as mulheres que dormiam cinco horas por noite tinham maior probabilidade de ganhar peso do que as mulheres que dormiam sete horas.

Pesquisadores especulam que:

  • Perder o sono pode fazer você sentir fome, mesmo quando não está.
  • A privação do sono pode afetar a secreção de cortisol, um dos hormônios que regula o apetite.
  • Quando você está cansado, você pode pular o exercício ou simplesmente se movimentar menos, queimando menos calorias.

Dormir o suficiente é crucial se você está tentando perder peso, não apenas por causa de como isso afeta você fisicamente, mas mentalmente também. A privação do sono pode fazer você se sentir irritadiço, confuso, irritado e pode até mesmo contribuir para a depressão, o que pode afetar seu nível de atividade e escolhas alimentares.

Levantar-se e ir para a cama na mesma hora todos os dias, evitando estimulantes como a cafeína várias horas antes de dormir, e outras mudanças podem ajudar muito a melhorar o resto.

2. Você está estressado

Estresse e ganho de peso, ou falta de perda de peso, andam de mãos dadas. O estresse constante pode contribuir para vários problemas de saúde, incluindo:

  • Aumento do cortisol: Como a privação do sono, o estresse excessivo aumenta a produção de cortisol. Isso não apenas aumenta o apetite, mas também pode causar um armazenamento extra de gordura abdominal .
  • Desejo: Quando estamos estressados ​​ou infelizes, muitos de nós buscam por “alimentos de conforto” que são ricos em açúcar e gordura.
  • Saltar treinos: sentir-se deprimido, cansado ou estressado pode fazer com que um treino pareça muito assustador.

Tomar pequenos momentos ao longo do dia para verificar conscientemente com você mesmo e diminuir seus níveis de tensão é um bom ponto de partida para lidar com o estresse crônico.

A meditação consciente é uma boa maneira de trazer mais calma à sua vida, e um estudo publicado na revista Eating Behaviors descobriu que ela pode diminuir a compulsão alimentar e ajudar a reduzir o consumo emocional.

Tenha em mente que o estresse crônico pode não ser facilmente resolvido por conta própria. Conversar com um conselheiro ou seu médico pode ajudá-lo a identificar seus estressores e as melhores maneiras de gerenciá-los.

3. Você está comendo muito

Um dos fatores mais importantes na perda de peso é quantas calorias você está comendo versus quantas calorias você está queimando.

Pode parecer óbvio, mas a menos que você esteja acompanhando suas calorias a cada dia, você pode estar comendo mais do que pensa. Na verdade, pesquisas descobriram que a maioria de nós subestima o quanto estamos comendo, especialmente quando saímos para comer.

Um estudo de 2008 publicado no JAMA observou que os participantes da pesquisa subestimaram quantas calorias estavam em um alimento altamente calórico quase 100% do tempo.

Por exemplo, ao avaliar o conteúdo calórico do fettuccine Alfredo ou fajitas de frango em um restaurante, os participantes subestimaram as calorias de 463 a 956. Essa é uma discrepância bastante grande e que pode afetar facilmente as metas de perda de peso.

Para acompanhar mais de perto sua dieta:

Determine o que seu corpo precisa: Aprenda a calcular quantas calorias você deve procurar para perder peso.

Mantenha um diário alimentar: Adquirir o hábito de escrever o que você come em um diário alimentar faz com que você realmente pense sobre o que está comendo. Você pode usar seu próprio notebook ou um programa de rastreamento on-line, como o My Food Diary.

Registre sua ingestão de alimentos todos os dias por pelo menos uma semana, sendo o mais específico possível: Meça suas porções, leia os rótulos dos alimentos ou acesse as informações nutricionais se estiver comendo fora.

Analise sua dieta: sites de rastreamento on  line muitas vezes oferecem uma visão geral de quantas calorias você está comendo, além de uma distribuição de diferentes nutrientes.

Eles também podem ajudá-lo a obter uma visão objetiva dos seus hábitos alimentares gerais, para que você possa procurar formas de reduzir as calorias. Você pode até considerar trabalhar com um nutricionista registrado que possa fazer recomendações mais específicas com base em seus dados.

5. Você não está exercendo o suficiente

O exercício é, naturalmente, um elemento crucial para a perda de peso, mas é difícil saber se você está fazendo os exercícios certos ou queimando calorias suficientes. Comece analisando seu programa geral para ter uma noção de quanto você está exercitando e quanto você realmente precisa.

Para a perda de peso, os especialistas geralmente recomendam de 60 a 90 minutos de exercícios por dia. Se você está fazendo exercícios de alta intensidade, esse número cai para até 30 minutos.

Se você não está perto disso, isso lhe dá um lugar para começar. Isso não significa que você tem que começar a trabalhar por quase duas horas por dia, no entanto. Na verdade, é uma má ideia se você não estiver acostumado a esse nível de esforço, pois isso pode levar a lesões, esgotamento ou overtraining.

O que isto significa é que você precisa tomar uma decisão muito importante:

  1. Ou você precisa aumentar o tempo e a intensidade do seu treino para corresponder às suas metas de perda de peso, ou
  2. Você precisa alterar suas metas de perda de peso para corresponder ao que você está realmente fazendo.

Não se esqueça, não se trata apenas de exercícios estruturados. Trabalhar por uma hora não anula as próximas oito ou nove horas de sessão (algo que muitos de nós fazemos).

Além de se exercitar, tente ser o mais ativo possível: faça pausas regulares no computador, faça caminhadas sempre que possível, faça alongamentos, use um pedômetro para ver quantos passos extras você pode conseguir, limite o tempo de TV, etc. você gasta mais de 8 horas sentado, isso poderia ser mais uma razão para você ter problemas para perder peso.

Se você acha que seus treinos são problemáticos, essas dicas podem ajudá-lo a permanecer no caminho certo.

DOUTOR REVELA: Método Cientificamente Comprovado Para Você Perder de 5 à 10kg em Apenas 21 dias: 100% Garantido!

6. Você tira os fins de semana de folga

Não é incomum encontrar-se bem durante a semana apenas para ficar um pouco relaxado demais em seu exercício e dieta no fim de semana. Enquanto uma pausa ocasional e tratar estão bem, consistentemente deixar ir no fim de semana pode estar prejudicando suas metas de perda de peso.

De um modo geral, para perder um quilo de gordura em uma semana, você precisaria cortar 500 calorias com dieta e / ou exercício todos os dias. Se você o fizer apenas por cinco dias, então coma em excesso ou pule o treino para os próximos dois, é como dar um passo à frente e dois passos para trás.

Isso não significa que você nunca pode se tratar. Tente estas sugestões para permanecer no caminho certo:

Evite um free-for-all: Em vez de cortar solto no sábado e domingo, escolha uma ou duas guloseimas para aproveitar no fim de semana, mantendo a sua dieta saudável.

Evite recompensar-se com comida: Se você comeu saudável durante toda a semana, é tentador querer se recompensar. É uma boa motivação ter algo pelo que esperar, mas tente se recompensar com experiências, como uma ida ao cinema ou ao shopping, em vez de comida.

Continue andando: É bom planejar algum tempo para descansar nos fins de semana, mas isso não significa que você tenha que ser completamente sedentário. Uma boa caminhada com sua família ou jogar uma bola de futebol no quintal não pode ser um exercício estruturado, mas ainda conta.

Plano para diversão: Se você gosta de se deliciar um pouco no fim de semana, planeje suas guloseimas em sua rotina de dieta e exercícios para que possa realmente apreciá-las. Se você quer pizza na sexta-feira à noite, planeje um almoço mais leve no início da semana e aumente o treino de quinta-feira, por exemplo.

7. Você tem uma condição médica

A perda de peso é um processo complexo envolvendo uma variedade de fatores. Alguns podemos controlar, como nossa dieta e exercício. Também podemos trabalhar para gerenciar o estresse e desenvolver bons hábitos de sono.

Existem alguns fatores que influenciam a perda de peso que não podemos controlar, como nossos genes, diferenças de sexo (incluindo a influência de hormônios), mudanças relacionadas à idade e nosso tipo de corpo individual.

Se você não está perdendo peso apesar das mudanças em sua dieta e nível de atividade, consulte seu médico para descartar uma condição médica como a causa.

Isso não só é importante se você não estiver vendo uma diferença na escala ou no seu corpo, apesar de seus esforços, mas ainda mais se você estiver inexplicavelmente ganhando peso.

Existem várias condições de saúde e medicamentos que foram associados ao ganho de peso, incluindo:

  • Condições da tireóide
  • Medicamentos para tratar diabetes
  • Medicamentos corticosteróides (esteróides)
  • Alguns medicamentos antidepressivos (ISRSs)
  • Betabloqueadores usados ​​para tratar a pressão alta
  • Medicamentos antipsicóticos e anticonvulsivantes

Continue monitorando as mudanças no seu peso. Informe o seu médico se você ganhar mais de cinco quilos em um mês sem quaisquer alterações na sua dieta ou exercício.

8. Você atingiu um platô

Quase todo mundo atinge um patamar de perda de peso eventualmente. Conforme seu corpo se adapta ao seu treino, ele se torna mais eficiente. Com o tempo, seu corpo gastará menos calorias realizando o mesmo exercício. Seu progresso na perda de peso começará a desacelerar e pode até parar.

Algumas razões comuns para platôs incluem:

Fazendo o mesmo treino: Seu corpo precisa ser desafiado para progredir, por isso, certifique-se de estar trocando de programa a cada quatro ou seis semanas.

Não comer calorias suficientes: Se seu corpo não tiver combustível suficiente para sustentar seu nível de atividade, seu corpo conservará, em vez de queimar, calorias.

Overtraining:  Se você se exercitar demais, seu corpo pode reagir diminuindo o número de calorias que você queima em seus dias de descanso.

Existem várias maneiras de ajudar a romper um patamar de perda de peso, incluindo variar os exercícios que você faz e alterar sua intensidade ou duração. Experimente encontrar os que funcionam para você.

DOUTOR REVELA: Método Cientificamente Comprovado Para Você Perder de 5 à 10kg em Apenas 21 dias: 100% Garantido!

9. Você é impaciente com os resultados

Só porque você não está perdendo peso não significa que você não está obtendo resultados positivos. Seu corpo pode estar fazendo mudanças que uma balança simplesmente não pode medir, de modo que a avaliação do seu sucesso sobre o quanto você pesa às vezes pode ser desanimadora.

Pergunte a si mesmo estas questões cruciais:

As minhas metas de perda de peso são realistas? Os especialistas concordam que uma meta realista de perda de peso é perder meio quilo a dois quilos em uma semana. Se você tentar perder mais do que isso, provavelmente não será sustentável.

Estou vendo algum resultado? Esqueça a escala. Use outras alterações como um medidor, como:

Você está perdendo polegadas, mesmo que você não esteja perdendo peso.

Suas roupas se encaixam de maneira diferente.

Você está emagrecendo em algum lugar . Você pode não se firmar exatamente nos lugares em que deseja ver as alterações , mas isso não significa que não esteja acontecendo em outro lugar.

Já me dei tempo suficiente para ver os resultados? Geralmente, são necessários três ou mais meses para ver mudanças significativas; para muitas pessoas, isso pode levar mais tempo.

Tenha em mente que o processo nem sempre é linear. A menos que você siga seu programa de dieta e exercícios ao longo do tempo, você não perderá peso na mesma proporção de semana para semana.

Estou recebendo outros benefícios desejáveis? Você se sente melhor? Dormir melhor? Se sentir mais forte? Faça uma lista e volte a ela se você se sentir desanimado. Lembre-se que estas são grandes vitórias também.

Considere a possibilidade de contratar um personal trainer se precisar de ajuda para definir metas realistas de condicionamento físico e perda de peso.

10. Você realmente não precisa perder peso

Muitas pessoas têm uma ideia irreal sobre o que significa estar com um peso saudável.

Pergunte a si mesmo: Se você tirar todas as razões que você quer perder peso que tem alguma coisa a ver com a sua aparência, existem outras razões que você precisa para perder peso? Você corre risco de problemas médicos, como diabetes ou doenças cardíacas? O seu IMC está em um nível não saudável?

Uma conversa com seu médico pode ajudá-lo a garantir que seus desejos e objetivos estejam alinhados com o que não é apenas saudável para o seu corpo, mas possível.

Para algumas pessoas, a perda de peso pode ser um componente importante para se manter saudável. Mas se você é saudável em seu peso atual, pode ser melhor investir seus esforços em descobrir como ser feliz com o peso que você é.

Lembre-se de que os corpos saudáveis ​​não parecem todos iguais e que o pensamento negativo pode levá-lo a acreditar em coisas sobre você mesmo que simplesmente não são verdadeiras.

Tente se concentrar em todas as coisas que você gosta no seu corpo. Apreciando todas as coisas que seu corpo pode fazer pode ajudar a melhorar sua imagem corporal.






Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *